13 de jan de 2012

[Parte 9] Capítulo 2: Lógica condicional e loops


O código de servidor do ASP.NET permite executar tarefas com case nas condições e escrever código que repita um número específico de vezes em um loop.

Condições de teste
Para testar uma condição simples, utilizamos a declaração if, que retorna true ou false para o teste que for especificado:
 

A palavra if começa o bloco de código. A condição está entre parênteses e retornará true ou false. A declaração que será executada caso o teste seja verdadeiro está entre chaves. Uma declaração if pode ser seguida de um bloco else, que especifica o que será executado, caso a condição seja falsa.

Podemos adicionar multiplas condições utilizando um bloco else if:

No exemplo acima, se a primeira condição for false, então a condição else if é verificada. Se essa condição for true, seu bloco de código entre chaves é executado, senão, o bloco else será executado.

Para testar um grande número de condições, podemos utilizar um bloco switch:

O valor testado é colocado entre parênteses. Cada teste individual utiliza uma declaração case que termina sempre com dois pontos (:). Se o valor da declaração case fizer o teste ser verdadeiro, o código relacionado a esse bloco será executado. Cada bloco case termina com um break. Se não houver o break nos blocos case, todo os outros testes serão realizados, mesmo depois de encontrar um teste verdadeiro.

Um bloco switch normalmente possui uma declaração default, que será executada caso nenhum dos testes seja verdadeiro.

Código de loop
Muitas vezes precisamos executar um mesmo trecho de código repetidamente. Fazemos isso utilizando um loop. Por exemplo, as vezes precisamos executar o mesmo trecho de código para cada item de uma coleção de dados. Se soubermos exatamente quantas vezes será necessário repetir, podemos utilizar o loop for.

O loop começa com a palavra for, seguida de tres declarações que estão entre parênteses, terminadas com ponto-e-viirgula.

-Dentro dos parênteses, a primeira declaração cria um contador e o inicializa com 10. Quando o loop for executado, o contador será automaticamente incrementado.
-A segunda declaração institui a parada do loop. Neste caso, queremos ir até no máximo 20.
-A terceira declaração utiliza um operador de incremento, que especifica que a cada repetição do loop, o contador será incrementado em uma unidade.

Dentro das chaves está o código que será executado a cada iteração do loop. Resultado do código acima:

Se estivermos trabalhando com uma coleção ou array, pode-se utilizar o loop foreach. Uma coleção é um grupo de objetos semelhantes e o loop foreach permite que uma tarefa seja executada para cada item da coleção. Esse tipo de loop é conveniente para coleções pois não necessita de incrementar o contador nem estabelecer condição de parada. O loop deixará de executar quando chegar ao último item da coleção.

Esse exeplo retorna os item em uma coleção Request.ServerVariables (que contém informações sobre o seu browser). O loop foreach exibe o nome de cada item criando um novo elemento <li> em uma lista com marcadores.


A palavra foreach é seguida de parênteses onde declaramos uma variavel que representa um item da coleção, seguida pela palavra in, seguida pela coleção que será percorrida.


Se desejarmos criar um loop mais genérico, podemos utilizar o while:


Um loop while começa com a palavra while seguida por parênteses, dentro dos quais estará especificado até quando o loop deve continuar a repetir. O incremento deve ser declarado dentro do escopo do loop.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua crítica, sugestão ou comentário será muito bem vindo!